Internet para o Prêmio Nobel da Paz

Uma coisa que só poderia partir da Wired. Uma das principais revistas de tecnologia do mundo teve a ideia de realizar uma campanha para que a Internet seja nomeada como Prêmio Nobel da Paz. Ou seja, na prática, cada um de nós seríamos parte desta honraria.

A campanha leva em conta a Internet como “a maior interface de sociablização jamais vista pela Humanidade”. Que permite o debate democrático, aberto e colaborativo. Que é mais do que uma simples rede de computadores, é um instrumento para a promoção da paz.

Uma ideia sensacional, genial. Agora só falta ser aceita pelo comitê que decide o homenageado. Só que o prêmio só pode ser repartido em até três pessoas, no máximo. Será que eles aceitariam dividir com centenas de milhões de internautas?

Abaixo, o manifesto traduzido.

Nós finalmente percebemos que a Internet é mais do que uma rede de computadores. É uma teia de pessoas sem fim. Homens e mulheres de qualquer canto do mundo estão conectando umas com as outras, graças a maior interface social jamais vista pela Humanidade.

A cultura digital lançou as bases para um novo tipo de sociedade. E essa sociedade está avançando no diálogo, debate e consenso através da comunicação. Porque a democracia sempre floresceu onde há abertura, aceitação, discussão e participação. E o contato com os outros sempre foi o maior antídoto contra o ódio e o conflito.

É por isso que a Internet é uma ferramenta para a paz.

É por isso que qualquer um pode usá-la para semear as sementes da não-violência.

E é por isso que o próximo Prêmio Nobel da Paz deveria ir para a Rede. Um Nobel para cada um de nós.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

FOLLOW ME

  • Twitter
  • Instagram
  • LinkedIn
  • Flickr
  • YouTube
  • Google+
  • Campuse.ro
  • RSS