A mudança no modo de assistir TV

Há uns três meses estava pesquisando sobre os modelos de TVs de LCD e LED, não só por curiosidade geek, mas porque minha família queria uma TV de LCD para colocar na sala. Entre pesquisa de preços, leitura de artigos, palestras e aulas da pós-graduação, surgiram quatro rápidas e pertinentes observações.

#1 – Comprar uma TV se parece cada vez mais como comprar um computador.

Já passou o tempo em que você comprava uma televisão só pelo tamanho, marca e tecla SAP. A partir de agora, comprar um bom aparelho de TV é tão complexo quanto escolher a configuração de um computador. É taxa de contraste, tempo de resposta, entradas HDMI, possibilidade de atualização para o Ginga (nos casos de conversor embutido), entrada para PC, USB com ou sem possibilidade de reprodução de vídeos em HD…

Isso sem contar as características de cada aparelho, como gravação digital da programação, Bluetooth e conexão com a Internet. Somam-se ao precinho “camarada” a taxa do design e da própria marca do produto. Tem muita TV que vale mais a marca do que as especificações.

Muitas das lojas não se preocupam em deixar esses dados visíveis, e até alguns vendedores mal sabem do que estão falando. Já ouvi histórias de lojistas vendendo TV com contraste 50.000:1, quando na verdade era 29:000:1.

#2 – A TV que você comprar hoje não vai durar muito tempo até se tornar obsoleta.

Até então, com as TVs de tubo, era comum ter uma televisão comprada há mais de 10, 15 anos em casa. Hoje é alvo da evolução permanente da tecnologia.

Quem comprou a TV de Plasma há alguns anos, se rendeu ao LCD. Que será substituído pelo LED. E daqui a algum pouco tempo, às TVs com imagem 3D. Daí para o OLED, e por aí vai.

#3 – Televisão ou “Centro de Entretenimento Multimídia”?

Antigamente, os aparelhos de videogame eram inúteis sem o “cartucho”. Hoje, eles servem para ver filmes, navegar na Internet, fazer videoconferências, trocar mensagens instantâneas, além da própria função de jogo, obviamente.

A Sony anunciou recentemente um decodificador de TV para o PlayStation 3. Uma das únicas funções que faltava para o console. E a Samsung lançou a característica Internet@TV, em que se pode assistir a vídeos do YouTube, ler notícias, ver a previsão do tempo…

#1 + #2 + #3 = Conclusão: TV está virando computador.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

FOLLOW ME

  • Twitter
  • Instagram
  • LinkedIn
  • Flickr
  • YouTube
  • Google+
  • Campuse.ro
  • RSS