10 fatos interessantes sobre o YouTube que você não sabia

O YouTube está comemorando 10 anos em 2015. Desde sua fundação por três ex-funcionários do site de pagamentos Paypal até se tonar ícone do consumo de conteúdo na Internet, muita coisa mudou. O site, comprado pelo Google em 2006 pela “bagatela” de US$ 1,65 bilhão, vale mais de US$ 40 bilhões.

Dá só uma olhada em algumas curiosidades:

O Primeiro vídeo…

O primeiro vídeo postado na história do YouTube foi “Me at the zoo” (Eu no zoológico), por Jawed Karim, um dos fundadores do site. Comemorando o décimo aniversário do site, o Google colocou na descrição do vídeo a frase “Maybe it’s time to go back to the zoo?” (Talvez seja a hora de voltar ao zoológico?)

… e o vídeo mais visto da história

“Oppa Gangnam Style!” O clipe do cantor sul-coreano Psy foi o primeiro a alcançar a marca de 1 bilhão de visualizações no YouTube. Hoje o contador ultrapassa a marca dos 2,3 bilhões de visualizações. Apesar do ritmo e da dança contagiante, o vídeo faz uma crítica social às pessoas que dizem ser de Gangnam, um distrito rico de Seoul, mas não as são. Ou seja, uma sátira aos posers de plantão.

Números

Os mais de 1 bilhão de usuários do YouTube enviam 300 horas de vídeos por minuto. Ou seja, em um mês, o montante de vídeos enviados para o site é maior do que tudo o que foi produzido pelas três maiores redes de TV americanas nos últimos 60 anos! E todos eles passam por uma ferramenta chamada Content ID, que reconhece uso de material de terceiros protegidos por direitos autorais.

 “And do the Harlem Shake”

Screenshot - YouTube - Harlem Shake

Easter egg do YouTube (Imagem: reprodução)

Experimente buscar por “Do the Harlem Shake” no YouTube e veja a própria versão do site do meme de 2013.

Levando a sério…

Não é só daqueles vídeos amadores da família, do tombo do seu amigo ou daquele show gravado pelo celular que a plataforma vive. Os YouTubers, usuários que produzem vídeo profissionalmente, já tem prestígio maior do que celebridades mainstream entre os jovens norte-americanos, segundo a Variety.

…dá pra ganhar dinheiro…

Os YouTubers ganham parte do dinheiro da publicidade vinculada nos vídeos, além de ter a própria linha de produtos de merchandising. Só o PewDiePie, que tem mais de 20 milhões de inscritos (se você por um acaso esteve em outro planeta e não sabe quem ele é, dá um Google), ganhou US$ 7,4 milhões em 2014!

Logo muita gente começou a criticá-lo pelo dinheiro que consegue gerar com seus vídeos, esquecendo que ele criou uma campanha que arrecadou mais de US$ 1 milhão entre seus seguidores para ações de caridade. A melhor resposta veio dele mesmo, em vídeo.

…e usar um estúdio profissional

O site coloca a disposição dos usuários selecionados o YouTube Space, estúdios profissionais com cenários e salas de edição e pós-produção ao redor do mundo. Ali também acontecem eventos de integração e workshops. Existem unidades em Los Angeles, Londres, Tóquio, Nova York, São Paulo e Berlim.

Retrospectiva

Desde 2012, o YouTube convoca os usuários de maior sucesso para o Rewind, uma retrospectiva dos vídeos e memes que marcaram o ano.

HueHueHueBR

Como não lembrar dos clássicos “Me dá o meu chip”, ou a versão da música do One Direction para um garoto celebrando seu Bar Mitzvah? Ou dos quase cinco longos dias em que o YouTube ficou fora do ar no Brasil em 2007 por conta de uma decisão judicial?

YouTube de A a Z

Para comemorar os 10 anos do site, o YouTube publicou um vídeo em que reúne os vídeos e usuários mais populares ao longo de sua história. E ainda tem um quiz para testar o que você conhece sobre a plataforma.

E aí, quantos vídeos você já assistiu no YouTube hoje?

Imagem destaque: YouTube 10 anos (Imagem: Reprodução)

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

FOLLOW ME

  • Twitter
  • Instagram
  • LinkedIn
  • Flickr
  • YouTube
  • Google+
  • Campuse.ro
  • RSS